Phone: (87) 8832.4454  |  (87) 9138.2464

edson novo2

VEREADORES1

JRLOCACOES 27 05

VEREADORES5

tressertoes-21-11-14

VEREADORES6

NAIZNHO TENDTUDO

VEREADORES4

ceinaomotel

Banner Sertao Central 600x150px

UM FOMULA

SECON-18-02-17

secon

paisemestres hercilios

FPSEGURANCA ok

modaintima-novo

gabymodas-LOJA

gaby anuncio galeria OK

O espancamento que resultou na morte de Keity Azeredo da Silva, de 21 anos, foi visto por milhares de pessoas. Ela é a mulher que aparece num vídeo de tortura compartilhado na internet há duas semanas. A identificação foi feita pela Divisão de Homicídios, que encerrou nesta última quarta-feira, dia (26), o inquérito sobre o assassinato com a prisão do traficante Gabriel Souza dos Santos, o Maradona, na terça-feira, dia (25).
 
— O que se vê no vídeo é apenas parte da tortura. Ela continuou apanhando e morreu de traumatismo craniano. Keity namorou um rapaz de uma facção rival à do Morro da Dita (Rio do Ouro, em São Gonçalo) e a ordem partiu de um presídio em Bangu — explicou o delegado Wellington Vieira.
traficante-q-espancou-mhlher
Moradora da Dita, ela foi espancada na Favela da Linha, entre 3 e 4 de fevereiro. Antes, teve o cabelo raspado. Ela não resistiu e morreu no Hospital Geral Alberto Torres, no Colubandê, no dia 5 do mesmo mês.
 
O espancamento foi ordenado por Alex Pereira, o Drill, da cadeia. Um menor e Marcos Vinícius de Campos, o Sombra, foram capturados antes de Maradona, que chefiava o bando.
 
Filmagem de castigos é comum na região: Traficantes do Jóquei e Rio do Ouro, em São Gonçalo, estão sendo investigados por sessões de tortura. As vítimas seriam membros de facções rivais e até delatores. As cenas de violência são filmadas e os vídeos, disseminados na internet. No caso de Keity, a Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República chegou a pedir agilidade na apuração do caso.
VÍDEO DO ESPANCAMENTO - imagem forte.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Temos 218 visitantes e Nenhum membro online

Contate-nos

Para anúncios, envio de notícias ou outras informações, contate-nos pelo email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou clique >aqui<e retornaremos o mais breve possível.

Top of Page