Phone: (87) 8832.4454  |  (87) 9138.2464

edson novo2

VEREADORES1

valerio 21 11 2014

VEREADORES2

tressertoes-21-11-14

VEREADORES3

NAIZNHO TENDTUDO

VEREADORES4

ceinaomotel

TeoBok2016

radio

OUÇA AO VIVO

asabranca

    
     

ASA-BRANCA-PROMOCAO-18-02-17

asa branca promocao maes

SECON-18-02-17

secon

paisemestres hercilios

FPSEGURANCA ok

modaintima-novo

gabymodas-LOJA

gaby anuncio galeria OK

familiaalecrimdiniz
A construção de canais e reservatórios para a transposição desapropriou terrenos e casas de famílias que antes viviam na rota do Rio São Francisco. Ao longo de toda a obra, 2.700 famílias tiveram que deixar suas casas, de acordo com o Ministério da Integração. Somente em São José de Piranhas (PB), foram retiradas 212, conforme o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, que auxiliou os agricultores no processo. Todos se adaptam a uma nova realidade enquanto aguardam a construção de novas casas nas Vilas Produtivas Rurais (VPRs).
Localizada no Alto Sertão da Paraíba, São José de Piranhas tem uma população de pouco mais de 19 mil habitantes, segundo o Censo de 2010.  O plano inicial era que as vilas estivessem prontas assim que as famílias deixassem suas casas, mas com o atraso na obra, elas estão recebendo auxílio de R$ 1.250 para cobrir despesas com aluguéis. "As casas foram desapropriadas por causa da Barragem da Boa Vista. A gente tem feito capacitações para eles aprenderem a viver mais próximos [da zona urbana]. Umas 90 famílias alugaram casas na zona urbana, outras preferiram ir para sítios", explica a tesoureira do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Gerlândia Moraes.
dscn0176
G1 - WWW.SERTAOCENTRAL.COM
 
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Temos 1352 visitantes e Nenhum membro online

Contate-nos

Para anúncios, envio de notícias ou outras informações, contate-nos pelo email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou clique >aqui<e retornaremos o mais breve possível.

Top of Page