Mais cinco cidades de PE registram casos de lesões na pele que provocam coceira; surto atinge 11 municípios

Mais cinco cidades de Pernambuco registraram casos de moradores com lesões na pele que provocam coceira: Cabo de Santo Agostinho, Igarassu, Ipojuca e Itapissuma, no Grande Recife, e Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte. Com esse acréscimo, divulgado nesta quinta (25), subiu para 11 o número de municípios com notificações de ocorrências ligadas ao surto.

A lista inclui, ainda, Recife, Camaragibe, Paulista, Olinda, Jaboatão dos Guararapes e São Lourenço da Mata. As pessoas relatam coceira intensa, com lesões avermelhadas espalhadas pela pele. A causa do surto é desconhecida e segue em investigação.

Os primeiros casos do surto apareceram no Recife, no início do mês passado (veja vídeo acima). Desde o dia 1º de outubro, foram contabilizadas 149 pessoas com sintomas na capital.

Também foram identificados 22 casos em Olinda, seis em Paulista, 21 em Jaboatão dos Guararapes e seis em São Lourenço da Mata, além de 78 em Camaragibe.

O Cabo de Santo Agostinho notificou, nesta quinta, cinco casos, que estão sendo investigados por equipes da Vigilância Epidemiológica do município.

A orientação da Secretaria Municipal de Saúde é que a população procure a unidade de saúde mais próxima para que possa ser realizada uma avaliação clínica.

Em Igarassu, foram notificados dois: uma criança de cinco anos e um idoso de 72 anos, moradores do Sítio Lira e do bairro de Saramandaia.

De acordo com a prefeitura, os casos estão sendo investigados e amostras de sangue e de água foram encaminhadas para análise clínica no Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

O município de Itapissuma registrou três casos nesta quinta. Todos foram encaminhados para a investigação da Vigilância Epidemiológica.

De acordo com a prefeitura, os pacientes estão em observação, tomando antialérgico e foram orientados a evitar contato com outras pessoas.

A Secretaria de Saúde de Ipojuca notificou cinco casos suspeitos: uma criança e quatro adultos. Todos apresentaram sinais de vermelhidão na pele e coceira e procuraram os serviços de saúde.

Em Nazaré da Mata, na Mata Norte, três pessoas com lesões avermelhadas e coceira foram identificadas pela Secretaria de Saúde do município.

Investigação

De acordo com a SES-PE, os casos estão sob investigação clínica, epidemiológica e laboratorial pelos municípios, com apoio da equipe técnica da SES-PE, Lacen-PE e especialistas.

No dia 19 de novembro, o Núcleo de Vigilância e Resposta às Emergências em Saúde Pública da Secretaria Estadual de Saúde lançou uma nota técnica que orientou os serviços e profissionais de saúde a notificarem, em até 24 horas, o Cievs sobre os casos de pessoas com lesões na pele e coceira.

As gestões municipais, a SES e especialistas ainda não identificaram qual a causa das lesões. As possibilidades investigadas vão desde a escabiose, conhecida popularmente como sarna humana, até reações alérgicas ou desequilíbrios ambientais provocados por questões como água e proximidade com áreas de mata.

Ainda de acordo com o G1 PE, a relação com arboviroses, que são as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, como dengue, zika vírus e chikungunya, é uma possibilidade remota apontada pelos epidemiologistas.

Deixe aqui seu comentário ...

Outras postagens

Continuamos cuidando de todas as unidades escolares para receber nossos estudantes para este ano Letivo. As aulas começam no dia 21 de …

O prefeito da cidade de Parnamirim-PE, Nininho Carvalho, recebeu diretamente das mãos do presidente da Revista Total, Marcelo Mesquita, o troféu que elege …

Policiais militares do 20º BPM apreenderam três adolescentes, no final da noite deste domingo (23/01), no bairro de Penedo, em São Lourenço …

Rolar para cima