SETEMBRO AMARELO: atividade física é grande aliada no tratamento da depressão

No Brasil, são registrados mais de 13 mil suicídios todos os anos. No mundo a soma chega a mais de 1 milhão. Uma triste realidade que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais, e em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias. Por conta desses números, desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), organiza no Brasil o Setembro Amarelo. Mesmo já na reta final do mês, a campanha não para, porque o objetivo é prevenir e reduzir esses números tão desastrosos.

No topo dos transtornos mentais, a depressão afeta cerca de 300 milhões de pessoas ao redor do mundo. É uma doença psiquiátrica que ocorre por uma alteração psíquica e orgânica global, em que a pessoa fica com falta de vitalidade e com alterações na maneira de valorizar a realidade. Além disso, sentimento de tristeza, insegurança, culpa, pessimismo e negatividade estão presentes entre os sintomas. A boa notícia é que a depressão pode ser curada, e a atividade física e o esporte são considerados essenciais no tratamento da doença. “O exercício físico realizado de forma regular tem a capacidade de melhorar o humor e fazer com que o sentimento de tristeza e o estresse diminuam. Isso ocorre, pois ao praticar atividades físicas é liberada endorfina, substância conhecida popularmente como hormônio da felicidade, e que funciona como um analgésico natural, aliviando as tensões e regulando as emoções”, explica Danillo Santana, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness.

Os exercícios escolhidos vão de acordo com o perfil da pessoa. É importante escolher uma atividade que tenha afinidade ou interesse em aprender, pois assim a possibilidade da prática ser regular é ainda maior. Manter a rotina de exercícios também ajuda as pessoas que estão sofrendo de depressão, pois auxilia no sono. “Geralmente, pessoas depressivas possuem a tendência de trocar o dia pela noite ou ter dificuldade para dormir, devido ao alto grau de ansiedade e estresse. Com a prática de exercícios físicos, é possível que o sono fique mais equilibrado”, diz o especialista. Vale ressaltar que a prática de exercícios físicos não só ajuda no tratamento contra a depressão, como também na prevenção. Com a prática regular, os sentimentos ficam mais equilibrados, é estimulada a sensação de bem estar, conforto, alegria e o entusiasmo diante da vida.

Deixe aqui seu comentário ...

Outras postagens

Se encerrou no último dia 20, o prazo para as inscrições do Projeto Toritama, que tinha como desígnio gerar um banco de …

Há 3 meses membros da União dos Estudantes Secundaristas – UESP estão realizando a campanha Incluir para Democratizar. Que através de um …

Uma família viveu momentos de terror após um bebê de um mês de vida engasgar e ficar sem respiração por alguns minutos. …

Rolar para cima